quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

PROJETOS

Atualmente estou envolvido em um projeto de uma ÁREA DE LAZER, espaço externo de uma casa. Cujo a propósta seria retirar uma piscina e construir um espaço amplo com jardim para receber os amigos.
Baseado no briefing , a primeira propósta foi construir um DECK DE MADEIRA:

IMAGEM--------> ESTRUTURAS DE MADEIRA

Alan Dias
http://www.estruturasdemadeira.com/

São Paulo, SP, Brazil
Engenheiro civil especializado em cálculo estrutural de madeira. CALLIA ESTRUTURAS DE MADEIRA - Tel : (11) 3034-5992 - e-mail :
alandias@callia.com.br

http://estruturasdemadeira.blogspot.com/2008/02/decks-de-madeira.html

O deck, como pode parecer a muitas pessoas, não é simplesmente um elemento decorativo numa área ajardinada. Sem dúvida, além de sua beleza plástica e cromática, ele pode atuar como componente importante no micro-clima do ambiente, se observados alguns detalhes durante seu projeto e construção.
Ao redor de uma piscina, por exemplo, quando construído sobre pequenos pilares, exerce importante função como filtro, contra pequenas folhas do gramado ou de outros vegetais, trazidas normalmente pelo vento. Isso ocorre pela simples queda das mesmas nos vãos das tábuas, impedindo assim sua desnecessária presença na superfície da água.
Dependendo de seu tamanho, a colocação dos utensílios como cadeiras, guardas-sol, mesas etc. e mesmo os folguedos tão praticados ao redor da piscina, garantem também maior limpeza da água, que por não receber pedaços de folhas de grama trazidos nos pés molhados, permanece limpa por muito mais tempo.
Quando bem projetado, outra função também importante é a de permitir a presença de ar fresco sob o tabuado. Na medida em que o sol vai aquecendo o ambiente, o ar acima do deck dilata e, mais leve, sobe arrastando o ar mais fresco para cima. Tal fato permite maior frescor aos usuários, minimizando a sensação de calor causticante nos dias de sol muito forte, redundando no final, em prazer (frescor) e mais comodidade (água muito mais tempo limpa).

A segunda opção

Ainda fugindo da proposta dos pisos e pedras tradicionais geralmente usados em áreas externas e jardins , visando um ambiente criativo de bom gosto com um preço acessível pensamos no antigo porém moderno e contemporâneo cimento queimado.
A lista de adjetivos para o cimento queimado como opção para revestimentos é imensa: versátil, bonito, prático, barato e por aí vai. Houve uma época em que ele era associado à construção popular rústica, de casas de sítio ou de interior, e principalmente ao revestimento dos fogões a lenha. Além de revestir pisos e os fogões era comum estender o cimento queimado para as paredes de áreas húmidas como altura das pias, tanques e até mesmo na área do chuveiro. Nessa época era denominado de “vermelhão” ou “amarelão”, dada às cores mais utilizadas.

Vejam na imagem abaixo, como o cimento queimando se usado com senso estético vira uma obra de arte !

IMAGEM :

Arquiteta Eliane Ventura:(11) 2274-5595
Brasil Imperial: (11) 3085-1861
Ornatos Nossa Senhora da Penha:(11) 6646-4495/6646-4233


Toque do Design:

A dúvida seria como utilizar cimento queimado numa área externa sujeito a chuva ?

*considerando a textura desse revestimento escorregadia

A solução foi colocar uma camada bem maior de cimento branco ( para melhor coloração) fazendo com que essa camada extra permita criar uma textura, trabalhada com rolo de texturas em parede.
Criando aderência com criatividade, arte , contribuindo diretamente com o estilo rústico da casa !

Considerando que o Deck de madeira SEMPRE SERÁ UMA DA MELHORES OPÇÕES para quem quer uma área de lazer sofisticada e prática, com criatividade se consegue reproduzir um efeito de bom gosto( não a altura) mas próximo do charme da madeira !



Um comentário:

xicoarantez disse...

GOSTEI MUITO DO BLOG. MUITO BONITO!